sábado, 24 de setembro de 2016

As saídas do papai e da mamãe!

Eu e o Pedro sempre defendemos que os casais tem que ter um tempo deles, tanto como casal quanto como pessoa. Eu passo praticamente o dia todo sozinha agora que todos estão na escola e então não reclamo de não ter um tempo "meu".

Eu ainda vou fazer um post sobre o horário de sono deles, mas nós começamos bem cedo a colocar eles na cama. Normalmente eu dou banho nos três mais novos juntos, para economizar tempo e água! hahaha Então entre as 17h e as 20h é o horário mais complicado para nós, o Pedro chega as 17h. Eu sempre falo para ele que ele tem que chegar em casa preparado para a loucura, porque aqui não tem aquele negócio de 30 minutos para entrar no ritmo da casa não! Ou chega preparado ou não chega, inventa uma desculpa.

Depois das 20h nós fazemos o que queremos já que todos já estão na cama (e é para estarem todos dormindo) e aí nós vamos ver filme, série ou sair jantar. Como eles dormem antes de nós sairmos é mais fácil achar babá porque é alguém para ficar em casa caso alguém acorde, e é muito raro alguém acordar! Eles só acordam quando doentes e nós não saímos quando eles estão doentes.

Muita gente me pergunta se precisa sair de casa para relaxar, eu acho que não. Eu e o Pedro conseguimos muito bem relaxar nessas duas horas sem crianças todas as noites, em casa ou não! Só que nós gostamos de sair jantar, de sair apenas por sair.

Eu acho muito difícil para aquelas mães que tem criança o tempo todo em casa! Já fui dessas e, na verdade, faz apenas algumas semanas que isso mudou na minha vida. E então esse tempo depois de eles dormirem e sair um pouco de casa sem criança era essencial para mim! Fazia a minha cabeça relaxar, distrair e com o tempo aprendi a deixar o problema de casa, em casa. Nós não saímos sozinhos para resolver os problemas das crianças e da casa! Isso temos que colocar na nossa rotina.

Atualmente ainda não estou aproveitando meu tempo sozinha e ainda penso em quando vou voltar a ter crianças full time em casa, eu amo a bagunça, as falinhas e o "mamãe" o dia todo! Amo mais ainda quando esse mamãe vira papai. hahaha

Apesar de eu estar amando minha rotina onde temos crianças em casa apenas das 15h as 20h (horário que todos já foram dormir) eu sinto falta deles em casa! A Maria Beatriz fica acordada apenas 3 horas depois da escola, e isso está me matando, ver minha caçulinha apenas 4 horas por dia (ela acorda as 7h e vai para a escola as 8h15). Não é fácil, mas foi a nossa escolha. Colocar ela na escola agora e fazer ela dormir o tanto necessário para a idade dela! É difícil e sair jantar sozinha com o Pedro e deixar os problemas em casa, me faz relaxar e aproveitar melhor o final de semana onde ficamos dois dias grudadinhos com eles.

O post ficou uma bagunça, mas o resumo é que eu saio para relaxar. E a maior, e melhor, regra dessas saídas é que o problema de casa fica em casa! Porque não adianta nada você sair para relaxar e só querer reclamar da vida para o seu marido, eu e o Pedro não nos vemos durante o dia (ele trabalha das 9h as 17h e eu saio as 8h para levar as crianças para a escola e vou correr, só volto as 9h) e resolvemos nossos problemas diariamente (sabe aquele negócio de 10 minutos para ouvir os problemas dos outros? Resolveu nossa vida! Fazemos isso todos os dias antes de dormir).

E eu e o Pedro costumávamos viajar bastante sem as crianças, atualmente eles estão em um número muito grande e eu tenho dó da minha sogra e do meu pai e acabo decidindo não ir com o Pedro, mas pretendo voltar. Porque me faz sentir falta da loucura de casa, e do amor dos meus pequenos. Eu acho que 15 dias é meu máximo sem eles, óbvio que já fiquei mais, porém atualmente esse é o meu máximo. É o tempo que me faz sentir falta deles sem me culpar por não estar presente por tanto tempo! Esse ano nós temos uma viagem programada sem eles, apenas um semana em Curitiba, vamos ver como vai ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário