sexta-feira, 18 de março de 2016

Viagem - 15 dias na Nova Zelândia!

Nossa viagem para a Nova Zelândia foi uma das mais diferentes que já fizemos fora do Brasil. Foi a nossa primeira viagem de carro em um país que não moramos. Eu tentarei fazer esse post sobre viagem no mesmo mês da viagem, mas como estou três meses atrasada, esse mês terá sobre três viagens.

Em janeiro passamos 15 dias na Nova Zelândia com os nossos 5 filhos (Melissa, Joaquim, Murilo, Catarina e Maria Beatriz), sem babá e sogros. Foram 15 dias sozinhos com os cinco dentro de um carro!! E durante esses 15 dias, tivemos dois casamentos de amigos que conhecemos na Austrália na época em que moramos lá (moramos lá por dois anos quando a Melissa nasceu). A época boa para fazer essa viagem é de outubro a março.

Eu e meus filhos ainda não conhecíamos a Nova Zelândia, apenas o Pedro já havia viajado para lá mas foi para trabalhar na época em que morávamos na Austrália. O Pedro decidiu que esse mês vamos viajar todos os meses, e começamos em janeiro aproveitando que as crianças iriam faltar com ou sem essa viagem (eles sempre faltam em janeiro porque vamos para o Brasil -atualmente moramos nos Estados Unidos).

Nós chegamos na Nova Zelândia por Auckland e tivemos o primeiro dia livre, para descansar e conhecer a cidade. Fomos no aquário da cidade (Kelly Tarlton's Underwater World) e em um parque de diversão (Rainbow's End), apesar de estarmos bem cansados da viagem, conseguimos aproveitar bem os dois lugares e depois fomos para o hotel!

No segundo dia fomos para Waitomo, onde fizemos um passeio de barco nas cavernas brilhantes e depois fomos para Rotorua, onde conhecemos o povo Maori (teve apresentação de música e danças típicas e de noite tivemos um jantar típico deles).

No terceiro dia passamos no vale termal de Te Puia, onde fizemos uma visita guiada pelo vale e visita ao Kiwi House (que é tipo um zoológico, mas apenas com as aves kiwi) e ao Centro de Artes e Artesanatos Maori e depois fomos para o vale termal de Waimangu, onde vimos os efeitos da erupção de 1886 do Monte Tarawera. Depois fomos para Tongariro e como nos sugeriram, paramos para tomar chá às margens do Lago Taupo (na cidade de Taupo) antes de chegar lá. E do lado do nosso hotel ficava o parque nacional de Tongariro, onde fizemos uma caminhada com uma das paisagens mais lindas que eu já vi nada vida!

No quarto dia fomos para Wellington, que é a capital da Nova Zelândia e é conhecida pelos seus ventos fortes quase todos os dias do ano, a cidade situa-se em torno do porto. Foram 4 horas de viagem de Tongariro para Wellington, e como saímos cedinho deu para passear por lá no mesmo dia! Fomos no Zealandia e no Wellington Zoo, os dois são zoológicos, mas achei o segundo mais "completo" (eles tem galinhas lá! hahaha).

O quinto dia também foi em Wellington, e foi o dia do casamento da minha amiga! Nesse dia fomos no Museum of New Zeland Te Papa Tongarewa, esse Te Papa Tongarewa pode ser traduzido como "o lugar dos tesouros dessa terra", legal né? E depois conhecemos a cidade de bondinho e voltamos para o hotel para descansar e poder aproveitar o casamento.

No sexto dia saímos de Wellington e fomos para Picton de ferry boat e depois pegamos outro carro e fomos para Kaikoura, como saímos meio tarde, nesse dia tivemos apenas essa viagem mesmo. Eu tinha programado uma visita a uma fazenda/parque mas não deu tempo!

No sétimo dia fomos para Punakaiki, e foi bom não ter feito nada em Kaikoura pois dormimos cedo e conseguimos sair cedinho de lá! Em Punakaiki, fizemos um passeio de barco para observar as baleias, focas, golfinhos e albatrozes e depois fomos no Parque Nacional Paparoa, ver rochas de calcário em formatos de panquecas. hahaha

No oitavo dia fomos para Franz Josef, onde fizemos um passeio para explorar o felo eterno do glaciar (no glaciar Fox), depois fomos de helicóptero para a área de Pinnacles da geleira, onde fomos em um labirinto de gelo e aprendemos as mudanças ambientas dramáticas que aconteceram ali nos últimos anos.

No nono dia fizemos mais passeios no Glacial Fox, dessa vez fomos de ônibus para um percurso pela floresta até chegar no vale do glaciar, e fizemos uma caminhada no gelo por fendas e sulcos e também tinha vistas MARAVILHOSAS!

No décimo dia fomos para Wanaka, onde fizemos alguns passeios de barcos.

No décimo primeiro dia fomos para Queenstown (a dica aqui é não ir pela Crown Range Road durante o inverno, pois venta muito e aí fica muito perigoso), que é a capital neozelandesa dos esportes radicais. Mas nós conhecemos mais a cidade do que o lado de esporte radical pois estávamos com crianças pequenas e sem babá!

No décimo segunda dia, foi o nosso segundo dia em Queenstown!  Fizemos um passeio de dia inteiro no Parque Nacional dos Fiordes! O passeio começa com um barco nos levando até o Mar da Tasmânia (onde vimos o pico Mitre e as cascatas Bowen), almoçamos no barco. E voltamos de lá de avioneta, sobrevoando o parque.

No décimo terceiro dia fomos para Dunedin, onde fizemos algumas paradas nas barracas de frutas na beira da estrada.

No décimo quarto dia, ainda em Dunedin, fizemos um passeio em um Argo (um carro com 8 rodas). O passeio chama Natures Wonders/Hour Wildlif Tour. Onde fomos tentar encontrar o raro pinguim de olhos amarelos! E de noite tivemos outro casamento.

No décimo quinto dia voltamos para casa! :)

Apesar de ter sido uma viagem bem cansativa, foi maravilhosa. O ruim é que você passa muito tempo dentro do carro e não tem muito tempo para descansar dessa viagem, pois o seu tempo livre será conhecendo a cidade! Mas se você é acostumada a viajar de carro, achará normal. Eu achei menos cansativa do que a nossa ida de Los Angeles para New York (que foram uns 5/6 dias de carro).

Nenhum comentário:

Postar um comentário